sábado, 2 de agosto de 2008

«Alta tensão já custou 40 mil à freguesia»

No Correio da Manhã: "A Junta de Freguesia de Monte Abraão, no concelho de Sintra, já gastou 40 mil euros nas providências cautelares interpostas contra a instalação das linhas de muito alta tensão. A presidente da Junta, Fátima Campos, afirma ao CM que está disposta a gastar mais dinheiro neste processo judicial, em "defesa da saúde pública das populações". "Os quarenta mil euros foram gastos nas providências e não incluem todas despesas com o processo judicial. Ainda não sei os honorários dos advogados e não sei que verbas são necessárias nos recursos, porque iremos até ao fim, até ao Tribunal Europeu." [notícia integral]

9 comentários:

Anónimo disse...

Esta Sra não tem vergonha na cara.
Isto é eleitoralismo bacoco.
Não se deve brincar com os sentimentos das pessoas.
Quem devia pagar as custas judiciais era ela, e a seguir a REN mover-lhe um processo a pedir-lhe indeminização pelos prejuizos causados.

Carlos Reis

Fátima Campos disse...

Caro Senhor,

Não o conheço, não imagino quem seja, mas tenho a certeza que está mentalmente perturbado.

Iniciei esta luta contra a instalação das LMAT em Dezembro de 2006, Convenhamos que um pouco cedo demais para campanha eleitoral. Sou autarca há 15 anos e não preciso de fazer campanha eleitoral para ganhar eleições. O meu trabalho está à vista de todos e sou reconhecida por isso.
Brincar com os sentimentos das pessoas? Deve estar a referir-se a si próprio, pois só quem não tem consciência, seja louco ou esteja alcoolizado poderia fazer um comentário "bacoco" como o seu. Imagino que não resida perto destas torres e desta LMAT, pois aconselhava-o a pedir a Deus para o proteger a si, aos seus filhos, aos seus netos e a todos os seus familiares para que nunca contraíssem uma leucemia, um tumor cerebral ou qualquer doença fatal causada por aqueles equipamentos.
Tenha vergonha na cara e se não sabe o que diz... CALE-SE e não diga tanto disparate.
Fátima Campos
Presidente JF Monte Abraão

Miguel Santos disse...

Brincar com os sentimentos das pessoas?? Mas será possível tamanha ignorância.. É por estas que as grandes empresas continuam a fazer vingar os seus interesses económicos acima da saúde e bem estar da população.
O Sr Carlos Reis que se informe (e arranje o que fazer em vez de dizer disparates) e veja os efeitos de facto nocivos que envolvem este tema. Concerteza que não deve morar perto de nenhuma linha de alta tensão!

Anónimo disse...

Felizmente o movimento está a crescer! É compreensível (e inaceitável) que os accionistas não tenham interesse em fazer o que está certo. Carlos, confessa lá que tens acções da REN...

Beatriz

M.S disse...

È gente como está que não deixa este país andar para a frente.
Este sr. deve morar junto de alguma linha de MAT,e por isso deve ter alguma doença mental que o deve estar a perturbar, ou então deve ter acções da REN e está preocupado com os lucros que daí pode tirar.
Caro sr. se não sabe o que diz, o melhor é estar calado,não deve brincar com os sentimentos das pessoas,que ainda por cima lutam e sem proveito próprio para o bem estar das populações.

Ribeiro dos Santos disse...

o senhor carlos reis, à semelhança dos técnicos da ren, padece de uma doença que vai crescendo no nosso país: chama-se verborreia mental.

infelizmente, há pessoas que optam sempre por atacar quem menos merece, neste caso a única autarquia que fez alguma coisa em benefício das populações.

e é natural que, se um jornalista fizer a questão (como o fez), a presidente dessa autarquia responda à letra. quanto dinheiro foi gasto? mais de 40 mil euros.

terá sido dinheiro bem gasto? não tenho dúvidas que sim.

para os leitores terem uma ordem de grandeza, o pagamento da sociedade de advogados foi tão caro quanto dois anúncios publicados pela ren, no correio da manhã e no diário de notícias.

assim se vê, também, o qual desproporcionada é a luta, entre david e golias.

estou esperançado que o recurso ao tribunal central vá avante, e que o colectivo de juízes tenha o bom senso de, pelo menos, considerar a desvalorização do património, já que, supostamente, a qualidade de vida se mantém..

Anónimo disse...

Esta questão da Alta Tensão toca a todos, não é só aos detentores de cargos públicos, também a população deve estar preocupada com este assunto, estudos publicados referem que a alta tensão tem influência directa e nefasta na saúde pública.
Aliás juízes sensatos têm decidido contra a colocação de postes de alta tensão junto a residência e pessoas, também e em segundo plano, mas não menos importante está o património das pessoas, agora não vale nada nem sequer podem vender as suas casas.
Os ignorantes têm tido a sorte de não se sentirem afectados por esta calamidade, vivem no paraiso da fantasia, caso contrário não diriam tantos disparates.
Informem-se na NET há informação de qualidade que baste, também o que basta é saber ler ou não enterrar a cabeça na areia como faz a avestruz.
Cmo nota final aconselho seriamente a consultar urgentemente um psiquiatra, ou psicólogo, o sr Carlos Reis necessita de urgentemente de acompanhamento especializado.
J.Vinhas (Cidadão de Sintra interessado e conhecedor deste e outros assunto).

Anónimo disse...

Para o Sr. Carlos Reis.
Deixe de ser ignorante e burro, e começe a ler alguns livros, nem que seja de banda desenhada.
Se uma lampada de cozinha acende sozinha se estiver perto de uma linha de alta tensão, isso significa que existe algo no ambiente para o qual o corpo humano pode não estar preparado.
Eu conheço ou conheci algumas pessoas que moram ou moravam de baixo das linhas, algumas já morreram com cancro e outro tem a doença neste momento.
Não acha esquesito em 9 casas que ficam debaixo de uma linha em S. Marcos morrem 15 pessoas com cancro na cabeça!.
Quando não se domina um assunto é melhor estar-se calado.
A conta de pessoas ignorantes é que estamos a entrar numa globalização em que voltamos ao vassalismo, os muitos pobres a trabalharem para os muitos ricos a troco de uma sopa.
Que tristeza de povo o nosso!!!
Paulo Lopes de Sintra

M M disse...

Nada disto espanta,o mito de que há seja o que for em que eles são mais competentes que elas,é isso mesmo,um mito. Já o contrário é indiscutível,elas são muitíssimo melhores que eles em todas as competências e não existem, nem poderão existir,estudos que demonstrem o contrário. Esse para alguma gentalha é o maior problema.
É triste a figura de um homem que não tem vergonha na cara e não sabe o que diz.Não se pode pedir à estupidez mais do que tem para dar.A estupidez coloca-se na primeira fila para ser visto; a inteligência coloca-se na rectaguarda para ver.
Há imagens que são hinos. No caso da Presidente da junta de Monte Abraão, acho-a subline.
Caro Sr.Carlos Reis como eu penso que vc deve ter acções da Ren. Ao fazer parte deste sistema de investimento,terá a oportinidade de ver os seus lucros aumentarem de mês para mês, sem vender nada, sem ter que trabalhar para o conseguir e sem necessidade de convenser ninguém.Simplesmente terá de investir um capital minimo e ganhará juros mensais que nenhuma entidade financeira do seu país conseguirá pagar-lhe.Deve ser o outro seu problema. Está preocupado com o dinheiro que a autarquia gastou em tribunais, mas não está preocupado nos 15000 euros que a Ren gasta em cada jornal só para dar um esclarecimento agora faça as contas aos jornais que saiu o esclarecimento. Qual foi o dinheiro mais bem gasto? Como o sr é ignorante secalhar é uma pergunta difícil de responder.
É assim para quem tenha um pingo de alguma coisa sei lá!...de qualquer coisa. "Isto"é um daqueles entre muitos outros que não precisa de explicação. A justificação está no próprio facto pelo que não admira que, a incúria,a incompetência,o laxismo, a irresponsabilidade, de algumas pessoas, mas todos em geral, da sua laia, que estão contra está luta, para o bem estár e a saúde das pessoas.
Que bom que é ser cumpridor em Portugal;Portugal não está recomendável;ganha quem mais danos causar.
Sr. Carlos Reis como eu já mencionei vc deve ter alguns problemas na sua vida, mas ainda deve ter um problema maior,dor de cotovelo e ser do PCP.
TENHA JUÍSO E Vá-SE TRATAR